Crónicas de uma Leitora: "O Código Da Vinci", de Dan Brown - Opinião

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

"O Código Da Vinci", de Dan Brown - Opinião


Autor: Dan Brown 
Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 544
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722518956
 
Sinopse:
Robert Langdon, conceituado simbologista, está em Paris para fazer uma palestra quando recebe uma notícia inesperada: o velho curador do Louvre foi encontrado morto no museu, e um código indecifrável encontrado junto do cadáver. Na tentativa de decifrar o estranho código, Langdon e uma dotada criptologista francesa, Sophie Neveu, descobrem, estupefactos, uma série de pistas inscritas nas obras de Leonardo da Vinci, que o pintor engenhosamente disfarçou. Tudo se complica quando Langdon descobre uma surpreendente ligação: o falecido curador estava envolvido com o Priorado de Sião, uma sociedade secreta a que tinham pertencido Sir Isaac Newton, Botticelli, Victor Hugo e Da Vinci, entre outros.
 
Opinião:
Rico. Viciante. Surpreendente. 
Visto que saiu a notícia do último livro de Dan Brown recentemente, recordei-me logo de 'O Código Da Vinci'. Li-o assim que foi traduzido para português. Demorei 3 noites, sendo que na última delas  fechei o livro às 5 da manhã. Fiquei encantado na altura porque sempre tive uma enorme admiração por Da Vinci, li situações (mais os detalhes do que as seitas secretas ou aspectos religiosos) das quais nunca imaginei que assim fosse e a acção é frenética, mudando constantemente de rumo.
Depois conheci os outros livros de Dan Brown e constatei que a fórmula utilizada é sempre a mesma. Assim, fiquei contente por esta ter sido a primeira ficção que li do autor, pois o tema é aquele que mais me diz.
Penso que agora que toda a febre já terá passado e que não existem dezenas e dezenas de livros e documentários publicados sobre a obra a serem impingidos constantemente às pessoas, os leitores voltem a ver 'O Código Da Vinci' com um interesse renovado.
Eu gostei muito de ler, principalmente pelo facto de ter sido numa fase ainda pouco explorada de Dan Brown.
 



 

 
 

1 comentário:

  1. Também gostei imenso deste, mas o "Anjos e Demónios" continua a ser o meu preferido :)

    ResponderEliminar