Crónicas de uma Leitora: Guerra e Paz aposta no romance do ano

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Guerra e Paz aposta no romance do ano

 
É um pontapé na crise. A Guerra e Paz Editores abre o ano editorial com a sua maior aposta de sempre no romance. Com uma tiragem de quase 20 mil exemplares, a editora acredita que «Todas as Palavras de Amor», da escritora portuguesa Ana Casaca, tem todos os ingredientes para se transformar no primeiro “bestseller” de 2013.

“A um Portugal deprimido e descrente, este romance oferece sonho e crença, um sonho e crença que temos dentro de nós mesmos. É preciso redescobrirmos a paixão, é preciso não desistirmos do amor nas nossas vidas e essa é a grande lição deste romance,” afirma Manuel Fonseca, responsável editorial da Guerra e Paz.

Ana Casaca, a autora de “Todas as Palavras de Amor” escreveu o seu primeiro romance há 10 anos. Ao lê-lo, Manuel Arouca decidiu logo que Ana Casaca tinha de integrar as suas equipas de guionistas das novelas que escreve para vários canais de televisão. Nos últimos anos, Ana Casaca participou na escrita de novelas como “Baía das Mulheres” (TVI), “Tu e Eu” (TVI) e “Podia Acabar o Mundo” (SIC), entre outras.

«Todas as Palavras de Amor» é o romance de um engano. Como explica Ana Casaca: “É um romance que nasce de um engano, mostrando-nos que todos os caminhos são válidos para encontrarmos um grande amor, ou as respostas que buscámos uma vida inteira. Inspirei-me num engano real, pois recebi durante muito tempo, postais de viagem de um remetente que não conhecia. A morada era a minha, mas o destinatário era alguém que nunca morou neste endereço.”

Um engano pode mudar uma vida, este romance vai mudar o arranque do mercado editorial em 2013, afirma a Guerra e Paz com base na reacção dos livreiros e das grandes cadeias de retalho à apresentação do romance.

Sem comentários:

Enviar um comentário