Crónicas de uma Leitora: Desportivo das Aves - 75.º Aniversário

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Desportivo das Aves - 75.º Aniversário






Título: Desportivo das Aves – 75.º Aniversário
Autora: Susana Cardoso
Editora: PortoNovo, Lda – Novembro de 2005
Páginas: 100

Sinopse:
Os 75 anos do Clube Desportivo das Aves adivinhavam-se muito difíceis, não só pela crise económica do país, mas também pelas responsabilidades do clube no momento. Com a graça de Deus acabou por ser uma época de ouro, na qual conseguimos a terceira subida de divisão ao primeiro escalão.
Faço votos para que todos os avenses se sintam orgulhosos deste livro, que foi feito com muita humildade e seriedade, e que terá um ou outro ponto de crítica, como, aliás, é normal neste género de recolha de informação.
No fundo, aqui está reunida toda a história do nosso grandioso clube, que, assim, ficará gravada para as gerações vindouras.

in Prefácio, pelo presidente Joaquim Eduardo Pereira Machado

Opinião:
Desde sempre estive ligada à escrita, quer pela minha profissão (jornalista) mas também porque desde pequena ia escrevendo alguns diários e, mais tarde, vários poemas que fui compilando num caderno que ainda não saiu da gaveta. Pelo meio desta minha paixão (adoro mesmo escrever) fui convidada, em 2004, para reunir em livro a história dos 75 anos do Clube Desportivo das Aves, sediado em Vila das Aves, no concelho de Santo Tirso. Um convite por intermédio do conhecido jornalista Bernardino Barros e que aceitei de imediato. Confesso que a pesquisa foi longa, demorei mais de quatro meses a ultimar esta obra que é a menina dos meus olhos por ter sido o meu primeiro livro.
Embora possa ser um pouco suspeita para falar desta obra vou fazê-lo com a maior das isenções, algo que sempre defendi ao longo da minha carreira profissional. Ao longo de cem páginas, o autor fica a conhecer a história deste pequeno grande clube, um exemplo a seguir no futebol português, porque é dos únicos que se pode orgulhar de não ter passivo, já que há uma norma a seguir por todas as Direções: quando terminam mandato têm de deixar as contas a zero. Assim vai sobrevivendo como o clube português mais antigo nas competições profissionais – já lá está há mais de duas décadas consecutivas – e mantém-se fiel aos princípios dos seus fundadores.
Com uma escrita simples, nesta obra encontram-se os diversos géneros jornalísticos, desde a entrevista, reportagem, pesquisa história, opinião, com o recurso a uma bibliografia extensa e à audição das figuras mais relevantes do passado. Desde as várias modalidades, passando pelos presidentes, treinadores e jogadores mais influentes, as instalações desportivas não foram esquecidas, tal como uma breve resenha sobre a Vila das Aves e a cidade de Santo Tirso, acompanhadas das respetivas entrevistas a Carlos Valente, atual presidente da Junta de Freguesia, e Castro Fernandes, também ele ainda a presidir à Câmara Municipal.
Esta é uma obra para os avenses guardarem no seu báu das recordações e ficarem a saber, por exemplo, que o CD Aves teve em tempos um ciclista que participou na Volta a Portugal em Bicicleta, as ruas da vila eram palco de espetaculos de desportos motorizados e, em 1986, a claque do clube – Força Avense - ganhou o prémio “fair-play” pelo seu comportamento exemplar nas bancadas dos vários estádios por onde passou.

Susana Cardoso

Saudações literárias





Sem comentários:

Enviar um comentário