Crónicas de uma Leitora: Cartas da Toscana de Domenica de Rosa - Opinião

sábado, 10 de novembro de 2012

Cartas da Toscana de Domenica de Rosa - Opinião



Autora: Domenica De Rosa
Edição/reimpressão: 2012
Editor: Edições Asa

Sinopse:

Emily tem uma vida de sonho: uma casa maravilhosa nas colinas da Toscana, três filhos lindos, um marido gentil, e um emprego que consiste em descrever tudo isto na coluna de um jornal inglês. Mas quando o marido a deixa por SMS, ela tem subitamente de enfrentar uma nova e dura realidade: está isolada numa região rural cuja língua não domina, sem dinheiro e entregue a uma empregada doméstica psicótica. E como se isto não bastasse, Siena, a filha mais velha, está perdida de amores pelo galã da zona; Paris, a filha do meio, está perigosamente magra; e Charlie, o seu bebé fofinho, está a transformar-se num fedelho irritante. Mas o seu trajeto rumo ao desespero tem também o efeito de a aproximar da aldeia de Monte Albano, um lugar mais intenso e mágico do que alguma vez imaginou. Depois de anos a descrever uma Toscana idílica nas suas Cartas, Emily descobre finalmente a vida genuína e complexa da região... e um homem intrigante que tem para lhe oferecer a maior aventura da sua vida.



Opinião: 
Este livro aguardava-me numa das minhas estantes e, quando fiz a mala para vir de férias «saltou» para dentro desta em tom de desafio; «vá lá, leva-me e transportar-te-ei para as colinas de Toscana». Toscana é mais um dos locais que adorava conhecer, se me calhasse o Euromilhões, de certo compraria uma Villa do género que aparece no filme O Gladiador, com aqueles maravilhosos Ciprestes a envolvê-la. Relativamente ao livro esperava mais. É uma história interessante que na sinopse me parecia um pouco semelhante às de Jill Mansell, afinal a protagonista é deixada pelo marido por SMS... aqui haveria pano para mangas, no entanto a autora peca um pouco na fluidez da escrita existindo muito boas personagens que poderiam ter sido melhor exploradas, como a psicótica empregada, Olímpia, mon dieu, tanto que se poderia dizer acerca desta personagem. Gostei do livro embora não o adorasse, o final foi bastante atabalhoado e o decorrer do livro chegou-se a arrastar. Tenho outro livro da autora que pretendo ler mas... talvez vá para a estante: «Ler na reforma».

Sem comentários:

Enviar um comentário