Crónicas de uma Leitora: Solstício de Verão de Tara Moore - Opinião

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Solstício de Verão de Tara Moore - Opinião

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 440
Editor: Quinta Essência
ISBN: 9789897260049



Sinopse
O Baile do Solstício de Verão dos Granville é sempre inesquecível. Todas as pessoas importantes da sociedade irlandesa reúnem-se em Carrickcross House - a propriedade rural da família - para uma noite de folia. Mas este ano a noite é muito especial: a matriarca Honoria vai anunciar o noivado do seu neto Rossa com Ashling Morrison. Ashling está delirante. Alto, moreno e bonito, Rossa é o partido perfeito, mas será demasiado bom para ser verdade? Por que motivo está Honoria tão interessada em fazer Ashling - enteada da sua arqui-inimiga Coppelia - parte do clã Granville? Poderá Carrick, o irmão de Rossa, manter a sua posição como herdeiro legítimo? E o que fará a implacável Coppelia? Com a promessa de convidados distintos, bebidas, danças e assassínio... será um solstício de verão inesquecível!

Opinião

Este foi um livro um pouco dúbio para mim, não o caraterizando nem na categoria de romance nem de policial. Durante praticamente toda a sua leitura senti-me dividida entre o continuar e o deixar a meio, um enredo interessante mas uma escrita que a mim faltou um fio condutor mais visível.

O tema em si era interessante, no decorrer do seu desenvolvimento acabou por se tornar ainda mais interessante, no entanto achei sempre que lhe faltava qualquer coisa, como um prato perfeitamente confecionado, com os ingredientes certos exceto o que lhe confere um sabor mais apurado; o sal.

A inimizade crescente entre Honoria e Coppelia poderia ter sido muito melhor explorada e, sem sombra de dúvida que o final poderia ter levado os leitores às lágrimas, a exclamações de incredulidade, obrigando-nos a reler os últimos capítulos. Para mim o final deveria ter sido como o «crescendo» de uma ópera, arrepiando todos os pelos de nosso corpo e nunca abrupto e totalmente previsível.

Faltou-me mais romance, mais intensidade, mais drama terminando de forma desadequada na qual ficamos sem conhecer o desenvolvimento que certas revelações tiveram na vida dos protagonistas.

1 comentário:

  1. Concordo com tudo o que disseste. Ficou a saber a pouco!

    Beijinhos

    ResponderEliminar