Crónicas de uma Leitora: [Opinião] Trilogia Jóias Negras de Anne Bishop

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

[Opinião] Trilogia Jóias Negras de Anne Bishop

Autor: Anne Bishop
Editor: Saída de Emergência
Filha do Sangue: 
Sinopse:
Há setecentos anos, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súbditos, uma Viúva Negra profetizou a chegada de uma Rainha na sua teia de sonhos e visões. Agora o Reino das Sombras prepara-se para a chegada dessa mulher, dessa Feiticeira que terá mais poder do que o próprio Senhor do Inferno. Mas a Rainha ainda é nova, passível de ser influenciada e corrompida. E quem controlar a Rainha controlará o mundo.
Três homens poderosos - inimigos de sangue - sabem isso. Saetan, Lucivar e Daemon apercebem-se do poder que se esconde por trás dos olhos azuis daquela menina inocente. E assim começa um jogo cruel, de política e intriga, magia e traição, onde as armas são o ódio e o amor. O preço pode ser terríve e inimaginável..


Herdeira Das Sombras:
Sinopse:
Agora é necessário protegê-la até às últimas consequências. Mas será que ainda é possível recuperar Jaenelle? Há, no Reino, três homens dispostos a dar a sua vida pela Rainha prometida. Mas as atrocidades cometidas mostram que há quem esteja disposto a tudo para controlar ou destruir Jaenelle. Para todo o sempre

Rainha das Trevas:
Sinopse:
A Corte das Trevas foi estabelecida...
Incapazes de atingir Jaenelle, a jovem Rainha, os membros corruptos dos Sangue fazem um jogo perverso de diplomacia e mentira, procurando destruir aqueles que sempre deram tudo por ela. E revertem as culpas para o seu tutor, Saetan, que passa a ser visto como a maior das ameaças ao poder instituído.
Com Jaenelle como Rainha, a chacina do povo e a profanação das terras irá terminar. Porém, onde se fechou uma porta poderá abrir-se uma janela... E mesmo que Jaenelle possa contar com os seus aliados, talvez não seja suficiente: só um terrível sacrifício poderá salvar o coração de Kaeleer…


Opinião:
Entar no mundo que Anne Bishop cria nesta triologia não é fácil, mas é de facto fantástico. Com personagens ricas e muito interessantes e uma escrita que pouco a pouco nos cativa.
Confesso que o primeiro livro costou-me, tal como tinha dito, a compreender todo este mundo e como ele se governa. Pessoas que fazem teias e viajam pelos ventos e que por vezes este não são seguros, e que personagem possuía uma uma jóia, era algo que não percebia muito bem.
Começando pelo primeiro livro, o que nos inicia obviamente ao mundo e ao seu lado negro.
Só mais ou menos a meio é que consegui interiorizar a história que Bishop me dá a conhecer, e penso que o facto de sentirmos uma curiosidade por saber como se vai desenvolver e ao que chegamos.
Relembrando que aqui quem manda são as mulheres, e que os homens, mesmo tendo uma joia superior, tem que servir uma rainha, uma viúva negra. Daemon é um escravo de prazer, o sádico, que era conhecido por controlar e matar as rainhas que servia, adorei-o por achar que é uma personagem forte que por vezes podia fazer os seus ditos "joguinhos" e por vezes poderia ser carinhoso, como se vai vendo ao longo dos livros. Lucifar, que apesar do pouco que conhecemos no primeiro volume, gostei da sua maneira de ser. Saetan não me conquistou logo ao inicio mas depois senti um carinho especial por ele. E Jaenelle, sendo das personagens principais, e mais fortes, sendo completamente inocente no primeiro livro e vir-se a mostrar uma personagem á qual me liguei e senti ao longo dos livros. Não dizendo em spoiler, direi que o romance que esta personagem tem com uma outra é completamente profunda e fascinante.
Se no primeiro livro somos introduzidos ao mundo, no segundo já estamos habituados e já o lemos mais "rapidamente", apaixonante, com a escrita igualmente fluída, damos por nós a devora-lo e a querer saber o fim sem querer que ele acabe.
Sendo aqui Jaenelle mais velha e digna de ser rainha, com um poder imenso, obviamente há outras rainhas que a querem destruir, mas há três Senhores da Guerra dispostos a dar a vida por ela. Depois de uma maldade que terminou no primeiro volume, aqui vemos que mesmo assim o mal continua a circular nos reinos e dispostos de tudo para destruir a rainha que supostamente vem do lado bom e que colocará a paz no reino dos Sangue, no entanto ela não está sozinha.
No terceiro e ultimo volume desta trilogia, a corte está estabelecida e supostamente tudo está como devia, supostamente.  Prefiro não divulgar muito sobre este ultimo volume, a sinopse já diz muito para quem não leu. Digo apenas que não se assustem e que não desistam do primeiro volume, e que vale muito a pena ler a trilogia, um mundo diferente que não se arrependeram de conhecer e de se deixar envolver, e que teem sorte de já estarem os três editados porque vão querer ler tudo de seguida.


3 comentários:

  1. Já li muito boas opiniões desta trilogia, gostava muito de o ler.

    ResponderEliminar
  2. Olá
    Tenho esta trilogia já tentei ler mas apesar de ler muitas opiniões positivas não consigo entrar na leitura. Tenho que deixar que seja a mão a puxar pela trilogia e não ler por obrigação.
    Boas leituras;)

    ResponderEliminar
  3. Olá
    O mais difícil é o principio, depois não se arrependem, isto é se gostarem de fantasia diferente, e um mundo diferente, abrir a mente para ela.
    E concordo Leitora, quando é assim, temos de ser nós a ir busca-lo :)
    Boa LEituras

    ResponderEliminar