Crónicas de uma Leitora: [opinião] O tempo do Anjo de Anne Rice

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

[opinião] O tempo do Anjo de Anne Rice

 Autora: Anne Rice
Edição/reimpressão: 2009
Páginas:208
Editor: Publicações Europa-América

Sinopse:
Toby O’Dare é um assassino a soldo com fama no submundo do crime. Numa teia de pesadelo e de missões letais, é um homem sem alma e sem nome, às ordens de um misterioso mandante.
Quando um dia se cruza com um estranho ser, um serafim, Toby O’Dare terá de escolher entre salvar ou destruir vidas. E ele, que sonhara em tempos ser padre, viaja no tempo até ao século XIII, em Inglaterra, tempos de inquietação e trevas onde judeus são acusados de assassinatos rituais e crianças desaparecem em circunstâncias misteriosas.
O Tempo do Anjo
, um thriller metafísico sobre anjos e assassinos, marca o regresso de Anne Rice como mestra na criação de histórias que cativaram leitores de várias gerações.  

Opinião:

Mais conhecida pela sua série "Crónicas Vampirescas", a escritora Anne Rice mostra-nos um nova trilogia fantástica, Os Cânticos de Serafim, com o primeiro volume intitulado de O Tempo do Anjo.
Deixando de lado os seus vampiros e as suas bruxas, Rice mostra-nos um anjo, o Serafim.
Toby O’Dare, é um assassino "de aluguer" que trabalha para o chamado Homem Certo, matando quem este ordena e sem fazer quaisquer perguntas, pois espera que as suas vitimas sejam pessoas que mereçam morrer mesmo para que esta seja uma sociedade melhor.
Malaquias, é o Serafim , que aparece a Toby. A criatura divina, na sua grandiosa beleza e perfeição, causa até ao assassino profissional lágrimas nos olhos. Surpreendendo ainda mais este foi o facto de Malaquias o escolher para o ajudar a responder as orações da pessoas e trazer a vida, o perdão e a esperança em vez de morte.
Mas a transformação de Toby, que desde já aceita, não é fácil. Malaquias conta-nos então como foi a vida de Toby.
Aqui montra-se mais uma vez a mestria que Anne Rice tem para contar histórias, regressando ao passado de Toby e trazendo-o para o presente.
Começando por ser uma criança que tem de cuidar dos dois irmãos mais novos,da mãe que é alcoólica e prosseguir nos estudos. Mas a maior injustiça é quando este é deixado sozinho no mundo, capturado pelo Homem certo, vivendo bem e sem qualquer razão aparente para viver Toby mata estranhos e vê-se a fazê-lo até o resto da sua vida, até o anjo lhe oferecer um trabalho diferente.
Agora a sua missão é diferente e muito mais gratificante.
Achei que os primeiros capítulos deste livros foram brilhantemente escritos que me fez ligar a personagem de Toby, adorei as viagens entre o passado e o presente,que não tornam o livro confuso e é fantástico como tudo parece unir-se.
A escrita é própria de Rice que nos deixa envolver e esquecer o mundo para além do que lemos, e deixa-nos ansiosos, atormentados e sensíveis para com a personagem Toby O’Dare.

Sem comentários:

Enviar um comentário