Crónicas de uma Leitora: Crónica da Vera #2

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Crónica da Vera #2




Crónica do dia: Vicio dos livros
Por: Vera Carregueira











O amor pela leitura nasceu comigo, só pode! Não me lembro de nunca ter tido livros, ainda nem sabia o que isso era e os meus pais ja me faziam uma coleção do circulo de leitores de livros da Condessa de Ségur. Lindissimos, eram livros que me encantavam por se passar no seculo XIX e que ensinavam verdadeiros valores, amizade, entreajuda, solidariedade, lindos. A essa coleção seguiu outra e outra. Guardei tudo religiosamente para um dia passar aos meus filhos, assim o fiz! Os meus gostos foram crescendo, evoluindo mudando. No verão que fiz 15 anos tinha centenas de livros Harlequin oferecidos por uma tia, todos em pt-br, juro que passava os dias agarrada a eles e chegava a ler 3 por dia. Um ritmo alucinante. 

Ao chegar à idade adulta o amor pelos livros não morreu, nem sequer adoeceu, aliás nunca se atreveu a um pequeno espirro mas fui colocando outras coisas à frente. Trabalho desenfreado, reuniões familiares, a falta de dinheiro também não ajudava e ia fingindo que ficava feliz com 3 ou 4 livros por ano. Relia avidamente o que tinha, quase decorando as páginas. 

O meu amor à leitura fez-me querer criar o blogue e depois pensei: e agora? Como vou fazer para arranjar livros para ler? Tou feita! Falando com uma amiga que fazia troca de livros decidi ir cuscar desavergonhadamente o que se passava em vários grupos do facebook dedicados a trocas ou vendas de livros em segunda ou terceira ou mesmo quarta mão. Com a mesma qualidade de um livro novo poderia desfazer-me de algum livro que tivesse gostado menos ou que já tivesse farta de ler e comecei aos poucos a trocar um aqui, outro ali...

Conheci gente, muita gente, gente espectacular que me mostrou livros novos, fabulosos que me apaixonaram. Infelizmente e acho que acontece o mesmo com todos os amantes de livros comecei a ver livros que não conhecia, lia as sinopses e também queria este e aquele, construi listas de livros que queria ter enormes, proporções épicas mesmo. Desorientei-me porque queria tudo e não conseguia ler ao mesmo ritmo que os livros iam surgindo nos grupos. Quantas vezes a pessoa que tinha o livro que eu queria não gostava de nenhum da minha lista de livros para troca o que levava a um "desespero" de perder o livro.

 Troquei e voltei a trocar comecei inclusive a reservar o que ainda não tinha lido entrei num ritmo alucinante e comecei a ficar stressada. Mas tem alguma lógica já estar a trocar o que ainda não li??? O amor pela leitura estava-se a perder, ler à pressa e passa a outro não faz de todo o meu estilo. As trocas estavam a virar um vicio, cheguei a trocar livros sem os ler porque perdia a vontade com a pressão da pressa! Parei... Coloquei um travão nisto tudo! Tenho livros para enviar e outros para receber mas estou confiante que dentro de um mês estarei com tudo resolvido e acabarei com as trocas nos tempos mais proximos. Tenho cerca de 30 livros por ler o que me deixa feliz. Portanto neste momento o stress diminuiu consideravelmente e concluindo o que tenho em mãos acaba de vez.

Quem é que já se meteu numa alhada destas? Quem tem o vício das trocas?

2 comentários:

  1. Bem, eu não tenho o vicio das tocas, mas tive uma fase em que abusei nas compras de livros em inglês, e tenho a biblioteca e o Club Blog Ring e empréstimos

    ResponderEliminar
  2. eu tmb n tenho o vício das tocas, uma vez ou outra lá consigo uma troca mas de resto não.

    Para ler muito e sem pagar, recorro aos clubes de leitura/biblioteca/empréstimos pontuais. e esses já me chegam! :)

    ResponderEliminar